Desenvolvendo módulos e maneiras de vendas

Arquivo para a categoria ‘Marketing Digital’

WordPress, uma ferramenta web

Wordpress além de oferecer uma facilidade ao desenvolvedor em criar, otimizar e personaliza templates, assim você mantém a ferramenta que funciona muito bem para certos fins mas com uma interface personalizada.

Então porque usar wordpress?

  • Porquê grandes empresas estão investindo muito nesta ferramenta, empresas como a rede globo.
  • Porquê o tempo de desenvolvimento com o wordpress é reduzido e os erros quase não existem.
  • Porquê, você pode oferecer blogs  a usuários do seu site com a sua cara e com muito conteúdo por um custo muito menor;
  • Porquê você tem um hospedeiro ou pode ser um, oferecendo muitos serviços desta forma.
  • Porquê muitos sites empresariais já são em wordpress e você nem sabia disto;

É CONSTANTEMENTE ATUALIZADO

Com mais de 72 milhões de sites rodando sobre a plataforma WordPress em todo o mundo, fica fácil de imaginar o interesse de todos em atualizar esta ferramenta. Por esse motivo, milhões de programadores ao redor do globo trabalham sobre cada novidade da internet para incorporá-la ao WordPress o mais rapidamente possível.

WORDPRESS POSSUI PLUGINS!

A plataforma de gerenciamento do conteúdo WordPress funciona tal qual um Lego onde você pode ir encaixando as peças para formar aquele objeto que tanto deseja. Nele, você encontra pedaços de código (ou plugins) desenvolvidos por pessoas de todo o mundo para utilizar no seu site em instalações de dois minutos apenas. Uma redução de custo incrível quando comparamos com a metodologia de trabalho do passado onde era preciso contratar as horas de um programador para criar um novo formulário de contato. Com WordPress, hoje é possível com poucos cliques criar você mesmo um formulário de contato sem sequer falar com a área de TI que cuida do seu site.

WORDPRESS POSSUI UM EDITOR VISUAL

É uma das poucas ferramentas web que permite que você visualize exatamente aquilo que está escrevendo da mesma forma que irá aparecer na visualização do seu site. 

WORDPRESS É FEITO PARA GERENCIAR CONTEÚDO

Você mesmo poderá cuidar do conteúdo dele na hora que você quiser. Se estiver em casa e quiser publicar um artigo novo que lhe veio à cabeça, não tem problema. Você acessa a área administrativa do WordPress do seu site e publica o que quiser facilmente.

WORDPRESS ESTÁ ACESSÍVEL DE TODOS OS LUGARES

De casa e até da rua é possível atualizar o seu site, pois o WordPress também está disponível no seu celular, seja ele Android ou iPhone, além de em outros gadgets como iPad e até na sua televisão se ela der suporte a navegação na internet. Não existe mais lugar ou horário para a sua empresa gerar negócios através do seu site.

Exemplo do painel.

 

Anúncios

10 regras do marketing nas mídias sociais

As empresas estão cada vez mais se voltando as mídias sociais , mas para essa receita dar certo, é necessário estar atento a algumas questões.

Seguem aqui dez leis do marketing para mídias sociais, sugeridas pela presidente da Creative KeySplash Inc, Susan Gunelius.

1. A Lei do Foco

Especializar-se é muito melhor do que ser “pau para toda a obra”. Uma mídia social altamente focada e uma estratégia de marketing de conteúdo destinam-se a construir uma marca forte. Elas terão mais chance de sucesso do que uma estratégia global que tenta ser tudo para todas as pessoas.

2. A Lei de Escutar

O sucesso em mídia social e marketing de conteúdo depende muito mais do ouvir do que do falar. Leia o conteúdo divulgado pelo seu público alvo e participe de discussões para saber o que é importante para eles. Só então você poderá criar conteúdos e conversas que agreguem valor aos seus clientes e prospects.

3. A Lei da Qualidade

Qualidade triunfa sobre a quantidade. É melhor ter mil contatos on-line que leem, compartilham e falam sobre o seu conteúdo que 10 mil conexões que desaparecem depois de se conectar com você apenas uma vez.

4. A Lei da Paciência

Resultados em mídias sociais e marketing de conteúdo não acontecem da noite para o dia. Embora seja possível fazer ações relâmpago, é muito mais provável que você precise comprometer-se a longo prazo para alcançar resultados.

5. A Lei da Composição

Se você publicar conteúdo de qualidade e trabalhar para construir a sua audiência online, seus seguidores irão compartilhar seu conteúdo com seus amigos no Twitter, Facebook, LinkedIn, seus próprios blogs e muito mais.

Este compartilhamento e discussão sobre seu conteúdo abrem novos pontos de entrada para os motores de busca. Assim seu conteúdo estará acessível a um número cada vez maior de pessoas.

6. A Lei do Valor

Se você gastar todo seu tempo nas mídias sociais falando sobre seus produtos e serviços, as pessoas vão parar de ouvir. Você deve adicionar valor à conversa. Concentre-se menos em conversões e muito mais na criação de conteúdo surpreendente, desenvolvendo relacionamentos com pessoas influentes.

7. A Lei da Influência

Dedique tempo para os influenciadores online em seu mercado, que têm um público de qualidade e podem estar interessados em seus produtos, serviços e negócios. Faça contato com as pessoas e trabalhe para construir relacionamentos com eles.

Estes contatos podem compartilhar seu conteúdo com seus próprios seguidores, o que poderia colocar você e sua empresa na frente de um público novo enorme. Lembre-se: para isso a informação deve ser útil.

8. A Lei de Reconhecimento

Você não iria ignorar alguém que o aborda pessoalmente, por isso, você não deve ignorá-los online. Construção de relacionamentos é uma das peças mais importantes do sucesso em mídias sociais. Sempre reconheça e converse com cada pessoa que chega a você.

9. A Lei da Reciprocidade

Você não pode esperar que os outros compartilhem o seu conteúdo e falem sobre você se você não fizer o mesmo por eles. Assim, uma parte do tempo que você gasta em mídias sociais deve ser focado em compartilhar e falar sobre o conteúdo publicado por outros.

10. A Lei de Acessibilidade

Não publique o seu conteúdo e depois desapareça. Esteja disponível ao público. Isso significa que você precisa publicar conteúdo de forma consistente e participar das conversas. Se você não estiver disponível seu público não hesitará em abandoná-lo.

E-commerce nas pequenas e médias empresas!

Até o fim de 2012, o varejo eletrônico brasileiro deve movimentar R$ 23,4 bilhões. Anunciada no último relatório divulgado pela e-bit, a projeção destaca o aquecimento do mercado nacional. Sendo um cenário que se confirma pelos investimentos recentes em startups e pela chegada de gigantes internacionais, como a Amazon.com, que desembarcará oficialmente no país em setembro próximo.

Em dez anos, o varejo online cresceu 26,5 vezes. De uma receita de R$ 850 milhões em 2002, passou para R$ 18,70 bilhões em 2011. Enquanto isso, o número de consumidores saltou de 700 mil, em 2000, para 31,9 milhões em 2011.

As pequenas e médias empresas movimentaram R$ 2,24 bilhões em receita em 2011 através do e-commerce. Muita movimentação advinda das compras coletivas, que em 2011 movimentaram cerca de R$ 1,6 bilhões e, segundo os especialistas, esse setor oferece boas oportunidades para as pequenas e médias empresas, desde que invistam em nichos. Os setores mais promissores em compras coletivas foram: bens duráveis (27%); Saúde e Beleza (23%); Hotéis e viagens (18%); Gastronomia (8%); Diversão e entretenimento (6%); Serviços (4%); Bares e casas noturnas (2%); cursos e aulas (2%).

Segundo dados da TNS-Digital Life, 32% dos usuários de redes sociais seguem perfis de marcas e produtos. E 47% dos consumidores expõem suas opiniões sobre marcas e produtos em redes sociais. Os comentários mais frequentes estão divididos em: recomendação para amigos (41%); notícias relacionadas (31%); elogios a produtos (13%); reclamações (12%). E o mais interessante, os usuários das redes sociais em sua maioria fazem sugestões sobre os produtos da empresa. O número supera o de reclamações!

E como esses consumidores interagem com as empresas através das redes sociais?

  • Sugerem alterações de cor e tamanho : 42,5%
  • Sugerem melhorias no produto: 37%
  • Fazem reclamações e levantam problemas: 14,5%
  • Fazem perguntas sobre estoque: 2,5%
  • Comparam com produtos similares: 2,5%
  • Pedem produtos esgotados: 1%

fonte: midiaria.wordpress.com

Pesquisa Leading Through Connections da IBM

Um recente estudo feito pela IBM com mais de 1700 CEOs decreta: esses líderes já consideram que as redes sociais serão grandes responsáveis pelo engajamentode consumidores nos próximos 5 anos

Segundo a pesquisa, 57% dos executivos entrevistados consideram que as redes sociais serão o principal método para angariar e fidelizar clientes entre 3 e 5 anos. Quando a pergunta foi feita com relação aos dias atuais, esse percentual cai para 16%. Cerca de 80% dos respondentes acreditam que, hoje, o contato pessoal é a melhor maneira de se relacionar com o consumidor.

Os desdobramentos da pesquisa Leading Through Connections da IBM podem ser encontrados num hotsite especial com conteúdo extra. Vale a pena assistir aos vídeos explicativos e o depoimento de Luiza Trajano, do Magazine Luiza, falando sobre a integração das lojas físicas com o comércio eletrônico da rede.

Rodada de Negócios no FISL 13

Tecnologias livres


A edição deste ano do Fórum Internacional Software Livre (Fisl13) traz uma novidade para as empresas interessa em fazer negócios utilizando tecnologias livres: a Rodada de Negócios e Competências (RNC). A iniciativa pretende oportunizar o contato entre empresários interessados em comercializar produtos prontos; desenvolver parcerias e oferecer suas competências para projetos que utilizem software livre. Gisele Oliveira, responsável pelo grupo de trabalho na Rodada de Negócios, explica que no momento da inscrição para o evento, cada empresa deverá indicar se deseja oferecer soluções e descrevê-las brevemente. Se estiver interessada em ser contratada para o desenvolvimento de software, é necessário indicar as tecnologias que domina. A RNC tem a parceria do Sebrae-RS e já está com as inscrições abertas pelo site aplicativos.sebrae-rs.com.br/rodadasdenegocios. O FISL13 é promovido pela Associação Software Livre.Org e acontece de 25 a 28 de julho, na Pucrs.

Fonte: Jornal do Comérico

Por Patrícia Knebel

Magento na BITS 2012

Venha conferir as novidades e promoções em e-commerce e as facilidades de ter uma fábrica de software auxiliando a sua equipe.

Te aguardamos no Centro de Eventos FIERGS  Av. Assis Brasil, 8787  em Porto Alegre/R, Stand A26, junto ao SEBRAE, das 14h às 21h.

A influência das cores na compra

A Kissmetrics criou um infográfico bem interessante, que mostra o papel de destaque das cores no processo de persuasão para a venda de produtos. Apesar de boa parte das pesquisas realizadas para o infográfico se basearem no mercado e nos consumidores estadunidenses, ainda assim não deixam de ser informações relevantes, até mesmo em questões de argumentação sobre o impacto das cores nos projetos.

Confira o inforgráfico abaixo:

Tendências e comportamentos dos e-consumidores em 2012

O acesso à internet não para de crescer. Seguindo essa realidade, as pessoas estão aderindo em ritmo acelerado às compras online, pois este modelo de comércio oferece vários benefícios para o cliente, sendo altamente reconhecido e aceito.

Conforme estudo realizado pelo Datafolha, os consumidores das classes C, D e E correspondem por 85% da população e 69% dos cartões de crédito. Esse consumidor emergente que está descobrindo o consumo pela internet, tem como característica tomar muito cuidado ao realizar suas compras, pois ainda existe certa desconfiança em relação a estes serviços online, ficando atento às propagandas bem feitas e principalmente o que está sendo falado nas mídias sociais, para se sentir confortável e confiante na hora de concretizar suas compras.

Estamos na era da comodidade, onde as pessoas podem buscar as informações que precisam, sem muito esforço. Portanto, os sites estruturados de forma simples e intuitiva, são mais acessados.  Além disso, o e-consumidor prefere pesquisar nas redes sociais informações sobre os serviços e produtos que pretende consumir na internet, pois esses canais de comunicação possibilitam uma comunicação direta com a empresa e de forma bem clara, podendo mais rapidamente ter suas necessidades e problemas  ouvidos e atendidos.

As oportunidades de negócios a serem explorados para conversão em vendas são muitos: o social commerce, ofertas por geolocalização, mobile commerce, publicidade móvel, lojas virtuais exclusivas, outlets dentro dos sites, além de novos serviços dentro dos canais de vendas que podem ampliar o consumo, como atendimento online para orientar o e-consumidor na hora da compra, visualização dos produtos pela webcam, vídeo do produto na página de detalhes,  ferramentas que possam sugerir produtos alinhados ao que o cliente procura,  entre outros diferenciais que tornarão o e-commerce ainda mais atraente.

Para aproveitar todo esse potencial do e-commerce brasileiro em 2012 e haver total consolidação, acredito que se faz necessário atentar para um ponto importantíssimo nesse processo, que é o da logística, uma vez que ainda existem questões a serem aperfeiçoadas em relação às entregas, entre elas o compromisso com os prazos. Outra questão muito importante é a comunicação com o e-consumidor, disponibilizar um contato direto via telefone, espaço para comentários, direcionamento para as redes sociais, responder com mais agilidade aos e-mails enviados à loja, ou seja atender ao cliente como se ele estivesse pertinho da sua loja, faz a diferença.

Fonte:http://ecommercenews.com.br